Principais Autores

Apresentamos, a seguir, alguns autores que vêm colaborando com aporte teórico, metodológico e/ou prático para o desenvolvimento do campo do Design & Emoção:

António Damásio
Considerado um dos maiores estudiosos da mente humana da atualidade, António Damásio tem contribuído para a compreensão da base neurológica dos processos mentais e do papel das emoções nos processos de escolha e de tomada de decisões. Sua obra traz contribuições importantes para o campo do Design & Emoção como a idéia de que nosso organismo está biologicamente programado para bem-estar e bem viver em sociedade; nossas ações são conseqüência de uma combinação de fatores biológicos e fatores culturais; os objetos não são emocionalmente neutros, mas têm “competência emocional”; entre outras que justificam a pertinência do estudo da emoção para o Design e apontam caminhos para o desenvolvimento de produtos com foco nos aspectos emocionais de seus usuários. 

Sobre o autor:
Biografia
http://www.rtp.pt/gdesport/index.php?article=106&visual=6
Biografia apresentada pelo portal Os Grandes Portugueses organizado pela Rádio e Televisão de Portugal.

Resenhas:
A razão das emoções: um ensaio sobre “O erro de Descartes”
http://www.scielo.br/pdf/epsic/v2n2/a13v02n2.pdf
Resenha do livro “O Erro de Descartes: Emoção, Razão e o Cérebro Humano” publicada na revista “Estudos de Psicologia”.Resenha do livro ‘Looking for Spinoza:

Joy, Sorrow and the Feeling Brain’
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-81082004000100012
Resenha do livro “Em busca de Espinosa: prazer e dor na ciência dos sentimentos” publicada na Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul.

O sentimento do sentimento do que nos acontece: a consciência em Damásio
http://revcom2.portcom.intercom.org.br/index.php/galaxia/article/viewFile/1349/1122
Artigo, publicado na Revista “Galáxia” do Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica da PUC-SP, que apresenta a concepção de consciência desenvolvida por Damásio no livro “O mistério da consciência do corpo e das emoções ao conhecimento de si”.

Entrevistas:
Cérebro, o teatro das emoções
http://www.revistapronto.com.br/Noticia.asp?ID=521
Entrevista concedida à revista Pronto na qual Damásio comenta, entre outros assuntos, a importância de se distinguir emoção de sentimento, e a relação entre razão e emoção.

Freud tem sido validado pela neurociência
http://www.netprof.pt/netprof/servlet/getDocumento?TemaID=NPL0211&id_versao=15776
Entrevista concedida ao Clube dos Professores Portugueses na Internet, em que Damásio defende o diálogo com a psicanálise e a importância do estudo das emoções sociais como meio para se compreender o mundo em que vivemos.

A força da inteligência na sua vida
http://www.unesp.br/proex/opiniao/veja1.htm
Entrevista concedida à revista VEJA e apresentada com o sub-título “Inteligência é conhecer a si mesmo” em matéria sobre inteligência emocional.

Para o cérebro, sexo e amor não passam de sentimentos
http://www.portaldoenvelhecimento.net/acervo/entrevistas/entrevistas/entrevistas2.htm
Trechos da entrevista feita pela Folha de São Paulo, apresentados pelo site Portal do Envelhecimento sobre a importância dos sentimentos em nossas escolhas diárias.

António Damásio, Director del Instituto del Cerebro y la Creatividad de la Universidad del Sur de Califórnia
http://www.belt.es/noticiasmdb/home2_noticias.asp?id=676
Entrevista, organizada pelo site BELT – Portal de los Profesionales de la Seguridad, que enfatiza o papel das emoções para se compreender o comportamento humano.

Donald Norman
Graduado em Engenharia Elétrica, PHD em Psicologia e estudioso dos campos da Ciência da Computação e Psicologia Cognitiva, Norman vem dirigindo sua atenção para a relação dos usuários com os produtos da vida cotidiana e para o desenvolvimento de produtos com foco no prazer. Defendeu, inicialmente, os conceitos de funcionalidade e usabilidade em seu famoso livro “O Design do dia-a-dia” (2006). Já em seu livro Emotional Design: Why we love (or hate) everyday things (2004), Norman buscou entender o que torna os produtos atraentes e passou a dar relevo à dimensão emocional dos produtos.

Sobre o autor:
Biography of Don Norman
http://www.jnd.org/bio-sketch.html
Biografia apresentada no site do autor.
Franklin Laureate Database: Donald A. Norman, Ph.D.

http://www.fi.edu/winners/2006/norman_donald.faw?winner_id=4382
Dados biográficos apresentados por The Franklin Institute, que agraciou o autor com prêmio Benjamin Franklin em reconhecimento à importância de seu trabalho em 2006.

Website:
http://www.jnd.org/
Website do autor que apresenta informações sobre suas pesquisas, seus livros, resenhas, bem como uma agenda de eventos e atividades.

Textos:
Emotional Design
http://www.acm.org/ubiquity/views/v4i45_norman.html
Texto em que Norman resume a idéia central do livro “Emotional Design: Why we love (or hate) everyday things” (2004).

Designers and users: two perspectives on emotion and design
http://64.233.169.104/search?q=cache:XCQ_…
Artigo preparado por Norman para o simpósio “Foundations of Interaction Design” em novembro de 2003.

Personas, Goals, and Emotional Design
http://www.uxmatters.com/MT/archives/000019.php
Artigo pautado no livro “Emotional Design: Why we love (or hate) everyday things” (2004) com foco na experiência do usuário com os produtos do design.

Entrevistas:
Emotion and Affect
http://www.acm.org/ubiquity/interviews/d_norman_2.html

Entrevista em que Norman apresenta algumas idéias presentes em seu recente livro “The Design of Future Things” (2007).Getting Emotional with Donald Norman
http://www.design-emotion.com/2004/12/15/getting-emotional-with-donald-norman/
Entrevista pautada no livro “Emotional Design: Why we love (or hate) everyday things” (2004) e com foco na importância da emoção na relação dos usuários com os objetos.

Emotional about design
http://arts.guardian.co.uk/features/story/0,,1166468,00.html
Entrevista pautada no livro “Emotional Design: Why we love (or hate) everyday things” (2004) e com foco nos três níveis em que se dá a relação das pessoas com os produtos: o visceral, o comportamental e o reflexivo.

Jorge Frascara:
Além de grande articulador do Design Social, o designer argentino Jorge Frascara é também um importante nome para o campo do Design & Emoção. Ele não apenas defende, como demonstra, a partir de sua atuação profissional, que os resultados do Design devem afetar positivamente as pessoas, mudar suas atitudes e transformar realidades existentes em outras mais desejáveis.

Textos:
User-centred Graphic Design: Mass Communications and Social Change
http://books.google.com/books?hl=pt-BR&lr=&id=7J37EAOEJ1IC&oi=fnd&pg=PA4&dq=Jorge+Frascara&ots=UZReDNTcdn&sig=aEjbWl0i-NU_J1rV2uWUNJcFEvE#PPA61,M1
Passagens do livro no qual Frascara discute o alcance social do Design e ilustra o potencial da atividade em atender necessidades da sociedade.

The Dematerialization of Design: A New Profile for Visual Communication Design
http://www.icograda.org/web/feature-past-single.shtml?pfl=feature-single-2.param&op2.rf1=77
Artigo completo com passagens do livro “Design and the Social Sciences People-centered design: complexities and uncertainties” (2001) e no qual o autor explora uma noção contemporânea do Design e defende a idéia de que a atividade não diz respeito aos objetos, mas ao impacto que eles causam nas pessoas.

Cognition, Emotion and Other Inescapable Dimensions of Human Experience
http://trex.id.iit.edu/visiblelanguage/Feature_Articles/Frascara_CognitionEmotion
Artigo completo no qual o autor discute os vários fatores que afetam a capacidade do homem de agir eficazmente.

Jorge Frascara about Designing Effective Communications & Communication Design
http://www.zoic.be/topics/jorge_frascara_communiation_design.html
Comentários do autor sobre seu livro “Designing Effective Communications & Communication Design” (2006).

Entrevistas:
Entrevista a Ronald Shakespear por Jorge Frascara
http://www.artedinamico.com/articulo/230/10
 
Professor Jorge Frascara
http://www.infodesign.org.br/v01/pdf/JFrascara-SPadovani01-2004.pdf
Entrevista com Jorge Frascara por Stephania Padovani 

Mihaly Csikszenmihalyi:
Desenvolveu, em parceria com o antropólogo Eugene Rochberg-Halton, importante estudo sobre “coisas queridas”, ou a relação afetiva das pessoas com seus objetos domésticos. Entrevistando famílias americanas, o autor percebeu, em cada casa, o que denominou “ecossistema simbólico”, ou uma rede de objetos ligados a significados que traziam sentido à vida das pessoas que ali viviam. O autor concluiu que as “coisas queridas” são aquelas nas quais incorporamos as realizações, ações, atitudes e os eventos mais importantes de nossas vidas e que não é a “qualidade da forma” que torna um objeto especial, mas a qualidade da interação entre ele e seu usuário. Os resultados desta investigação foram publicados no livro “The Meaning of Things: Domestic Symbols and the Self” (1991), e resumidos no artigo “Design and Order in Everyday Life”, do livro “The Idea of Design” organizado por Margolin & Buchanan (1995).

Sobre o autor:
Biografia  
http://www.anderson.ucla.edu/x13861.xml
Biografia apresentada pela Anderson School of Management – UCLA.

Textos:
The Meaning of Things: Domestic Symbols and the Self
 http://links.jstor.org/sici?sici=0002-9602(198301)88%3A4%3C799%3ATMOTDS%3E2.0.CO%3B2-2
Artigo de acesso restrito publicado no The American Journal of Sociology sobre o trabalho de Mihaly Csikszentmihalyi.

Design and Order in Everyday Life 
http://links.jstor.org/sici?sici=0747-9360%28199123%298%3A1%3C26%3ADAOIEL%3E2.0.CO%3B2-D&size=SMALL&origin=JSTOR-reducePage
Artigo de acesso restrito do artigo “Design and Order in Everyday Life” escrito por Mihaly Csikszentmihalyi.

Getting Serious About Happiness
http://www.time.com/time/health/article/0,8599,1606395,00.html
Artigo completo publicado na revista Times que traz passagens do pensamento do autor sobre o campo da psicologia positiva e seus recentes estudos sobre felicidade.

The Meaning of Things: Domestic Symbols and the Self
https://www.cambridge.org/aus/catalogue/catalogue.asp?isbn=9780521287746
Resumo do livro de Mihaly Csikszentmihalyi e Eugene Rochberg-Halton apresentado no catálogo da Cambridge University Press.

Entrevistas:
Flow with Soul -
http://www.wie.org/j21/csiksz.asp
Entrevista concedida à revista What is enlightenment sobre “flow”, seu atual tema de pesquisa.

Peter Stallybrass
A contribuição do Professor de Literatura Comparada, Peter Stallybrass, para o campo do Design & Emoção é seu estudo sobre a relação das pessoas com as roupas e a reflexão sobre as coisas que passam a levar nossas marcas, apresentada em “O Casaco de Marx: roupas, memória, dor”. No livro, que reúne dois artigos: “A vida social das coisas: roupas, memórias e dor” e “O casaco de Marx”, o autor argumenta que os objetos que amamos e transformamos em extensão do nosso corpo e de nossa sensibilidade assumem valores que transcendem à mera relação de mercado.

Sobre o autor:
Biografia
http://www.english.upenn.edu/People/Faculty/profile.php?pennkey=pstally
Biografia apresentada pelo Departamento de Língua Inglesa da Universidade da Pennsylvania.

Resenha:
As roupas na história
http://www.weblivros.com.br/nao-ficcao/casacodemarx.shtml
Resenha do livro “O Casaco de Marx” apresentada no portal literário weblivros.

No comments yet... Be the first to leave a reply!